Friday, May 01, 2009

espaços vazios

foto de Elipse

Há muito que os poemas deixaram as coreografias velhas
e as novas não se colam às palavras
ou as letras são poucas
ou o espaço cada vez mais amplo...



9 comments:

Claudia Sousa Dias said...

o perfume da mudança anuncia-se...


:-)



beijos, muitos, minha querida


csd

Marta said...

não te afastes muito.
volta sempre.
assim, com palavras, poucas,
a dizerem tanto.

beijo, linda

maria_arvore said...

É preciso um novo espaço para a poesia? ... Ou voltar a encontrar as palavras que nos valsam pelas páginas fora?... :)

RB said...

Parece que a poesia está cada vez mais afastada das palavras...

mfc said...

Mas agora vão-se os frios e vêm os dias largos!

peciscas said...

Mas isso passa, amiga.
O talento não se estanca. Por vezes, apenas adormece, à espera de um impulso para se libertar de novo.

Espanta Sono said...

Fantástica a forma como fala das mudanças.
Bom fim-de-semana.
Beijinho :)

CNS said...

Redimensionam-se as letras. E as tuas cabem no espaço do mundo.

Fabulosa said...

é tudo, poucas letras, espaços amplos... e deixar de usar a poesia como forma de expressão... e assim, como dizes, no lugar dela fica um espaço vazio.